Tecnologia e qualidade

A união da experiência a tecnologias modernas pode dar bons resultados, desde que seja aplicada uma política de qualidade adequada.

Por mais de metade do século da sua existência, a CHEMET tem realizado consequentemente a política de aumento de qualidade dos seus produtos e serviços.

Na época de globalização da economia mundial, a qualidade é tratada como técnica particular de gestão de empresas, que se baseia na realização de controlos detalhados durante o processo inteiro de realização de encomendas.

TECNOLOGIAS UTILIZADAS

O processo de produção da CHEMET está de momento realizado em duas instalações (em Tarnowskie Góry e em Strzybnica) em estabelecimentos de produção fechados, com a superfície útil total de 21 700 m2 tendo das instalações a superfície total de 74 280 m2.

A produção na empresa baseia-se em quatro principais tecnologias de fabricação:

  • soldagem,
  • usinagem,
  • tratamento plástico a frio e a quente,
  • montagem de ferragens.

O parque de máquinas da Sociedade e o seu equipamento técnico, asseguram inteiramente a realização do ciclo de produção de todos os produtos oferecidos, nomeadamente de produtos especializados únicos, caracterizados por um grande nível de complexidade. A maioria dos produtos da CHEMET, devido a parâmetros de operação exigidos (alta pressão, altas ou baixas temperaturas) é sujeita ao controlo rigoroso na etapa de desenho, execução e exploração.

TECNOLOGIAS DE SOLDAGEM

A soldagem é o processo tecnológico mais importante realizado pela CHEMET.

No setor de fabricantes de equipamentos de pressão e de processo, o que decide sobre a concessão da permissão de utilização pelas instituições notificadas (UDT, TÜV ou ASME), é um conjunto apropriado de métodos de soldagem implementados e precisamente aplicados. Cuidando da melhor qualidade de soldaduras, a CHEMET desde há muitos anos tira proveito de aparelhos de soldagem automáticos e semi-automáticos da ESAB, assim como dos aparelhos mais avançados para soldagem manual.

De momento, no processo tecnológico de soldagem são utilizados cinco métodos:

  • soldagem por arco submerso – SAW segundo ASME,
  • soldagem MIG (por arco elétrico com gás de proteção inerte) e MAG (por arco elétrico com gás de proteção ativo) – GMAW segundo ASME,
  • soldagem por arco elétrico com arames tubulares – FCAW segundo ASME,
  • soldagem TIG (com eletrodo de tungstênio com gás de proteção inerte) – GTAW segundo ASME,
  • soldagem com eletrodo revestido – SMAW segundo ASME.

TECNOLOGIAS DE TRATAMENTO

O termo “tecnologias de tratamento” aplicadas na CHEMET deve ser entendido como um conjunto de processos tecnológicos aplicados durante a produção do equipamento de pressão.

Durante a realização de processos tecnológicos especializados, relacionados com o tratamento térmico, químico ou plástico (recozimento, passivação, decapagem, torneamento de fundos de grandes diâmetros) a CHEMET coopera há muitos anos com as empresas especializadas que garantem a melhor qualidade de serviços prestados recorrendo a tecnologias modernas.

Os processos tecnológicos mais importantes relacionados com o tratamento, no sentido lato, envolvem:

  • Processos de corte
  • Torneamento
  • Perfuração
  • Prensagem
  • Decapagem mecânica
  • Curvatura de perfis

SISTEMA DE QUALIDADE

O desenvolvimento dinâmico da CHEMET nos finais dos anos 80 e no início dos anos 90, relacionado com o início de produção em série de tanques de GPL destinados à exportação para os países da Europa Ocidental e com um maior número de contratos celebrados com companhias e empresas de engenharia e execução estrangeiras, evidenciou a necessidade de implementação e certificação de sistemas complexos de garantia de qualidade.

ASME

Na sequência de decisões tomadas pelo Conselho de Administração da Sociedade, foi implementado e a seguir certificado (em 1992) o sistema de garantia da qualidade que cumpre os requisitos da ASME (The American Society of Mechanical Engineers). Este sistema, baseando em códigos de uma organização americana globalmente aceites, engloba o processo de desenho e produção do equipamento de pressão segundo Section VIII Division I (por ex. vasos de pressão, permutadores de calor, carcaças de fornos por vácuo, etc.). O comprovativo de uma execução adequada de um dado aparelho é a impressão na placa informativa do mesmo do selo “U” (ASME U-STAMP). Devido à sua natureza, o sistema ASME foca-se em aspetos relacionados com desenhos e produção, não dizendo respeito à organização da empresa e aos procedimentos formais em vigor nela, relacionados com a assinatura e realização de contratos.

ISO 9001

Tendo em consideração cada vez maiores exigências qualitativas, forçadas por uma excessiva concorrência no setor de fabricantes do equipamento de processos, a CHEMET decidiu em 1995 elaborar, implementar e pedir o certificado do Sistema de Garantia de Qualidade conforme a norma ISO 9001:1994, em relação ao processo de desenho e fabricação de todos os seus produtos. A implementação do Sistema foi concluído em outubro de 1997 através de uma auditoria levada a cabo pelos representantes da Lloyd’s Register Quality Assurance Ltd., na sequência da qual a CHEMET obteve o Certificado de Garantia da Qualidade. Com isso foi encerrada a primeira etapa da Política de Qualidade realizada pela Sociedade. A segunda etapa foi iniciada em meados de 2002 e envolveu a recertificação do Sistema de Garantia da Qualidade segundo os padrões ISO 9001:2000 (gestão de processos). O processo de recertificação foi concluído em 2003. A nova recertificação foi realizada em 2009 para comprovar a conformidade com as normas ISO 9001:2008.

CONTROLO DE QUALIDADE

A grande maioria de produtos da CHEMET, devido à segurança de utilização e às consequentes regulações de permissão de utilização, é sujeita aos requisitos rigorosos de controlo interno e externo na etapa de desenho, produção e exploração.

É por isso que durante a realização de encomendas é realizada uma gama completa de atividades de controlo e investigação para os quais a CHEMET recorre a aparelhos próprios de testar. A empresa possui também o seu próprio laboratório em que realiza vários ensaios destrutivos e não destrutivos.

Ensaios destrutivos:

  • ensaio de tração estática,
  • ensaio tecnológico de flexão,
  • ensaio de impacto,
  • ensaios de dureza de Rockwell, Vickers, Bucholtz (camadas de verniz),
  • exames macro e microscópicos.

Ensaios não destrutivos:

  • radiografia de soldaduras,
  • ensaios ultrassónicos de materiais e soldaduras,
  • ensaio por partículas magnéticas de soldaduras,
  • ensaio com líquido penetrante colorido,
  • medição de espessura de camadas de tinta,
  • ensaios de resistência de camadas contra rupturas elétricas.

CERTIFICADOS E APROVAÇÕES

Devido ao seu perfil de produção (equipamento de pressão), a CHEMET desde o início da sua atividade fazia muito esforço para garantir uma alta qualidade dos seus produtos e serviços, cumprindo as normas, procedimentos e requisitos definidos em aprovações nacionais e internacionais.

Várias dezenas de anos de trabalho no âmbito de aperfeiçoamento de padrões de qualidade resultaram com numerosos certificados atribuídos por instituições notificadas nacionais e estrangeiras:

Certificados do Sistema de Gestão da Qualidade

Certificados do Processo de Produção

Certificados dos Tanques de GPL

Certificados dos Tanques transportáveis para gases liquefeitos

Certificados das Cisternas Ferroviárias

Chemet SA jest wspierany dotacjami z Unii Europejskiej.
UE